M&A

M&A e inovação: como a fusão de empresas pode ajudar

M&A e inovação: como a fusão de empresas pode ajudar

Já falamos aqui no blog da Zucchi sobre como o processo de M&A (Mergers and Acquisitions, ou, em português, fusões e aquisições) pode ser uma maneira de fazer sua empresa crescer. Mas você sabia que essa também pode ser uma maneira de inovar no mercado?

O M&A é uma estratégia que traz uma série de benefícios para a empresa que adquire outros negócios, trazendo inovação, conhecimento, otimização de custos e expansão de mercado, dentre outras vantagens. 

A ideia é que os processos internos das duas empresas sejam combinados, trazendo um desempenho melhor, além de mais lucro — o que se chama sinergia. 

Neste artigo, nosso objetivo é focar em uma das vantagens trazidas pelas fusões e aquisições: a inovação. 

Se o seu negócio busca criar novos produtos, serviços ou processos, continue o artigo para entender como o M&A pode ser uma boa oportunidade!

Como a fusão de empresas ajuda na inovação

Antes de aprofundarmos nesse tópico, vale lembrar que, como falamos aqui no blog da Zucchi, todas as empresas têm um ciclo de vida que passa por etapas como:

  • Introdução, quando inicia a curva de crescimento e busca aumentar o capital;
  • Crescimento, em que a curva do gráfico da empresa está em ascensão;
  • Maturidade, na qual a curva que representa o gráfico da empresa está no auge. Essa pode ser uma fase boa, mas também pode preceder o início do declínio, por isso, é crucial inovar para continuar subindo;
  • Declínio, quando a empresa não consegue manter a maturidade.

Para se manter saudável tanto administrativa quanto financeiramente, a empresa precisa fazer certas ações em cada uma dessas etapas. Uma das maneiras de não entrar em declínio é inovando na fase de maturidade. 

E uma boa forma de fazer isso é por meio do M&A. Entenda por quê:

Para agregar novos conhecimentos

Não necessariamente fazer uma fusão ou aquisição significa que você precisa vender sua empresa. Você pode, também, estar do outro lado do balcão, adquirindo outros negócios.

Além disso, o M&A prevê também a fusão de empresas que atuam no mesmo segmento, ou em segmentos complementares.

O M&A é uma forma de agregar novos conhecimentos, de modo que a empresa não fique parada no gráfico do ciclo de vida de que falamos acima. 

Ao adquirir ou fundir-se com outro negócio, certamente será preciso inovar e aprender, tanto para quem seguir na sua empresa, quanto para as pessoas que vierem do negócio adquirido ou fundido. 

Para expandir o mercado

Inovação significa criar algo novo, seja um produto, processo ou serviço. Quando a empresa adquire ou funde-se com outro negócio, consegue expandir seu mercado e oferecer novas soluções ao público, sem precisar desenvolvê-las do zero.

Isso porque os clientes da empresa adquirida ou com a qual foi feita a fusão também passam a ser seus clientes. 

Dessa forma, você oferece outras soluções, aumenta sua carteira de consumidores, penetra em mercados em que antes não estava presente e gera mais negócios, por consequência.

Para acompanhar as mudanças no comportamento dos consumidores

Com a internet, o comportamento dos consumidores sofreu diversas mudanças nas últimas décadas. Na era digital, o público é empoderado pelo acesso à informação, e a relação com as empresas é mais democrática — ou seja, a voz do consumidor é mais ouvida.

Dessa forma, o consumidor passa a exigir um atendimento mais atencioso e eficiente, além de soluções inovadoras para os problemas que enfrenta no dia a dia.

Acompanhar essas mudanças de comportamento requer, é claro, inovação. 

Ao adquirir ou fundir-se com um negócio inovador, como é o caso das startups, a empresa pode alcançar essa inovação mais facilmente, aproveitando os produtos, serviços e processos inovadores que o outro negócio já oferece.

Para reduzir custos operacionais

Uma das vantagens citadas frequentemente quando o assunto é M&A é a redução de custos. Quando uma empresa compra outra ou faz uma fusão, não é necessário ter duas equipes de atendimento, por exemplo. 

O que se faz, normalmente, é comparar o desempenho dos dois times, encerrando o mais improdutivo. Assim, consegue-se otimizar os custos operacionais.

Mas o que isso tem a ver com a inovação? Reduzindo os custos operacionais, sobra mais orçamento para a empresa focar em estratégia. Dessa forma, ela pode investir em um time focado em inovação, por exemplo.

Conheça um case de sucesso de M&A

Um case de sucesso recente de M&A foi a compra do Grupo Reserva pela Arezzo&Co, anunciada em outubro de 2020.

 A operação foi uma maneira de atender o desejo da gigante calçadista de adentrar também no mercado da moda — nesse caso, especialmente, a masculina.

A negociação incluiu o pagamento de R$ 175 milhões à vista e mais R$ 50 milhões dentro de um ano. Outros R$ 490 milhões serão pagos ainda em ações, totalizando R$ 715 milhões. 

Esse é um case que pode ser de muito sucesso, já que as empresas se complementam. A Arezzo, bem-sucedida no modelo de franquias, visava aumentar seu portfólio com produtos que complementassem sua atuação. 

Já a Reserva é uma marca inquieta, que busca a inovação. Juntas, podem expandir ainda mais para novos mercados, além de reduzir custos operacionais. 

Pensando em fazer uma fusão ou aquisição? Conte com quem entende do assunto

No entanto, vale lembrar que, apesar de trazermos esse case de M&A protagonizado por duas grandes empresas, as fusões e aquisições não ficam restritas às gigantes do mercado. 

Pequenas e médias empresas também podem se beneficiar do mesmo processo, que deve, aliás, ser feito com a mesma seriedade e rigor.

Para isso, é preciso usar uma metodologia, e contar com o auxílio de uma empresa que entende do assunto. Se você quer se tornar, também, um case de sucesso com M&A, entre em contato com a Zucchi M&A, que é especialista na área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *