Gestão

Como definir metas para a minha empresa?

metas-aucchi

Você tem metas bem definidas na sua empresa, ou trabalha sem objetivos certos?

Pois sabe que, se o caso é o primeiro, trabalhar com metas é importante para medir e acompanhar os seus resultados.

E o bom é que, com a tecnologia, tudo pode ser medido e acompanhado, não somente áreas que tradicionalmente tinham metas, como a de vendas. 

Marketing, administrativo, RH… Todas as equipes podem se beneficiar de metas bem definidas atualmente.

Mas você sabe como definir metas para a sua empresa? Se você ainda não sabe, não se preocupe. Neste post, nós da Zucchi ensinamos como fazer isso e apresentamos as principais metodologias para ajudar no processo.

Como estabelecer metas na empresa

Antes de começar as definições propriamente ditas, é importante ter em mente alguns pontos.

1. Comece de forma simples

Se você ainda não mede a maioria dos processos, comece de forma simples. Faça um planejamento que contenha metas desafiadoras, mas que não sejam muito complexas.

Colocar objetos impossíveis de atingir pode acabar com a sua empolgação inicial.

2. Engaje seus colaboradores

Por mais que tenha boas intenções, sozinho o gestor não vai conseguir dar conta de acompanhar as metas. Por isso é importante que todos os colaboradores estejam engajados nesse processo.

Explique ao time a importância de acompanhar as métricas e faça com que se sintam parte disso, afinal são essas pessoas que vão executar as tarefas.

3. Saiba quem são os seus colaboradores

Você sabia que conhecer bem os seus colaboradores faz toda a diferença na hora de estabelecer metas?

Isso porque um time costuma ser formado por pessoas de perfis bem diferentes. Há extrovertidos, introvertidos, pessoas mais criativas, outras mais analíticas. E as tarefas podem ser distribuídas entre eles de maneira que cada um utilize as habilidades da melhor forma possível.

Na hora de definir metas para os colaboradores, leve isso em consideração.

Conheça as principais estratégias de definição de metas profissionais

Depois de falarmos desses primeiros passos, é hora de escolher a estratégia de definição de metas mais adequada para sua realidade. Dentre as principais, estão o método SMART e o método OKR.

Conheça um pouco sobre cada uma delas e como utilizá-las.

Método SMART

O método SMART é bastante conhecido no mundo empresarial. Inclusive, já falamos sobre ele aqui no blog da Zucchi. Mas, mesmo para quem já sabe do que se trata, não custa relembrar.

A metodologia é usada para entender como definir metas de uma empresa, e seu nome se escreve em maiúsculas porque cada letra tem um significado.

SMART quer dizer Specific, Measurable, Attainable, Relevant e Time-based, ou, em português, específico, mensurável, atingível, relevante e temporal.

Entenda cada uma dessas características:

Específico (Specific)

O objetivo deve ser específico, quantificado com facilidade.

Para isso, responda perguntas como: onde será realizado o objetivo? quem são os responsáveis por ele?

Um exemplo pode ser captar 10 novos clientes a cada mês.

Mensurável (Measurable) 

A segunda característica da meta SMART é ser mensurável.

Isso quer dizer que é preciso medir o desempenho das metas, o que pode ser feito com um acompanhamento mensal, por exemplo.

Pergunte-se: qual o resultado que esperamos com essa meta?

Atingível (Attainable)

A meta SMART precisa ser possível de alcançar.

Afinal, metas baixas demais podem ser desestimulantes, e metas altas demais podem parecer impossíveis.

Por isso, reflita: é possível atingir a meta? 

Relevante (Relevant)

Um objetivo precisa ser relevante para a empresa, indo ao encontro das suas necessidades e das dos clientes.

Caso contrário, pode só desvirtuar o seu foco do que realmente interessa para a empresa.

Temporal (Time-based) 

As metas devem ter um tempo para serem desempenhadas, com um cronograma realista. 

Para implementar metas SMART, deve-se definir as metas principais, levando-se em consideração o direcionamento da organização, ou seja, sua missão, visão, valores e posicionamento de mercado.

Por meio desse direcionamento, determina-se o que deve ser feito para as metas serem atingidas. 

Para saber mais, leia o post: Como definir uma meta SMART.

Método OKR

O OKR (Objective and Key Results, que significa objetivos e resultados-chave) é outro método bastante usado.

Desenvolvida por Andy Grove, um dos fundadores da Intel, nos anos 1970, a metodologia se tornou mais popular depois de ser adotada pelo Google, dando suporte ao crescimento da empresa, que foi de 40 pessoas em 1999 para mais de 60 mil atualmente.

Entenda como funcionam os OKRs:

Objetivos

A ideia, aqui, é estabelecer objetivos para engajar os seus colaboradores e fazer com que sejam mais produtivos.

Os objetivos indicam a direção de forma clara do que você deseja conquistar. Cada objetivo deve ser claro.

Por exemplo, pode ser se tornar autoridade no seu mercado de atuação, oferecer atendimento de qualidade aos clientes, aumentar as vendas. os resultados-chave, 

Resultados-chave

E os resultados-chave? Depois de estabelecer metas e objetivos principais, é preciso achar palavras-chave nesse planejamento.

Os resultados-chave são alvos menores mas que, no fim das contas, vão influenciar no alcance ou não do objetivo final.

Elas servem para alcançar o que foi proposto nos objetivos. Isso porque seria difícil medir objetivamente o quanto você é autoridade em seu segmento, por exemplo. 

Por isso, é necessário ter metas menores, mais práticas.

Sobre o objetivo de se tornar autoridade de mercado, por exemplo, você poderia incluir estar em primeiro lugar no Google para as palavras-chave que fizerem sentido para sua empresa, alcançar um determinado número de inscritos em sua newsletter, dentre outros.

E você, ficou empolgado para começar a definir metas em sua empresa?

Clique aqui, conte para nós e aproveite para marcar uma conversa para saber mais como a Zucchi pode ajudá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *